EnglishPortuguês

Alimentação e prevenção do câncer

alimentação e frutas vermelhas

A alimentação e o estilo de vida são usados para prevenção do câncer. O impacto do benefício para redução das doenças está a cada dia mais claro. Contudo, há um mundo desconhecido ainda a ser descoberto para prevenir e tratar o câncer. A alimentação é fundamental pode impedir ou retardar o aparecimento do câncer.

No Brasil, a flora é excepcionalmente rica e considerada a maior biodiversidade do mundo. Assim, muitos alimentos podem fazer a diferença na saúde durante toda vida, inclusive até o envelhecimento. Por fim, eles são ricos em substâncias bioativas que podem nos proteger de maneira significativa de várias doenças comuns.

Atualmente vem sendo descoberta que o ambiente intestinal, consequência direta da alimentação, tem um papel relevante para que muitas doenças simplesmente não apareçam. Por outro lado, as que surgirem podem ser combatidas pela correta ingestão dos alimentos. Os intestinos danificados e frágeis na sua estrututa epitelial favorecem a entradas de muitas substância maléficas ao organismo. Assim sendo, nossos intestinos são a fonte de saúde para combater as doenças inflamatórias, infecciosas, degenerativas, auto-imunes e o câncer.

Da pesquisa em laboratório a aplicação clínica

A pesquisa clínica e o conhecimento dos alimentos devem ser estimuladas aos estudantes da área da saúde. Muitos princípios ativos estão por ser isolados para que se possa intervir na prevenção das doenças, inclusive do próprio câncer. O investimento apesar de alto em tecnologia tem retorno garantido. Os jovens devem ser estimulados para a pesquisa, pois o universo de princípios bioativos ainda são completamente desconhecidos. Assim sendo, uma vez descobertos, deve-se investir em pesquisa clínica para comprovação científica da aplicabilidade na prevenção e/ou tratamento de inúmeras doenças.

Alimentação e prevenção do câncer

O Brasil deve investir em escolas de alto nível nas diferentes regiões do país na construção de laboratórios em universidades para pesquisa em farmacologia. Assim, cada bioma tem suas particularidades e riquezas. Portanto, os investimentos terão retorno certo a população para o tratamento de inúmeras doenças. Cada princípio ativo poderá gerar divisas que poderão colocar o Brasil na vanguarda das terapias no mundo. Isto posto, somente com seriedade e investimento se pode atingir estes objetivos. Assim sendo, o tratamento das doenças estão escondidos na natureza. Ela é a maior fonte para soluções das doenças que acometem o mundo.

Doenças adquiridas e alimentação

A alimentação está presente em nossas vidas desde o momento que nascemos. Ela nos dá energia para as atividades diárias. Por isso, doenças que vamos desenvolver durante nossas vidas estão ou podem estar relacionadas com o que comemos. Portanto, pode-se afirmar que elas são produto do nosso meio ambiente.
O câncer de próstata por exemplo não se inicia no momento em que é feito seu diagnóstico e sim, começou de 20 a 30 anos antes. Assim, as alterações do DNA (mutações) começam por uma e vão sendo somadas a outros genes dos cromossomos. Desta maneira, desorganizam a funcionalidade celular.

A sua agressividade está relacionada com o número e qualidade das mutações que ocorrem. Se ocorrer em genes oncogenes e genes supressores de tumor importantes para o controle celular e assim sendo, mais desorganizadores da estrutura dos cromossomos, pior ela será. Desta forma, existem diferentes agressividades da mesma doença. Portanto, nenhum câncer de próstata de um paciente é igual a qualquer outro diagnosticado.
Assim sendo, os alimentos nos protegem ou podem inclusive estar relacionados ao seu aparecimento e agressividade da doença. Ainda mais, estudos farmacológicos mostram que os alimentos podem nos proteger de muitas doenças, inclusive do câncer.

Alimentação com frutas vermelhas e arroxeadas

As frutas vermelhas e arroxeadas são ricas em antioxidantes e portanto, combatem os radicais livres eliminados nos metabolismo celular. Os radicais livres causam danos as organelas celulares e podem alterar o DNA, portanto, podendo causar mutações. Quando em número suficiente podem promover o início do câncer. Portanto, as frutas vermelhas melhoram a atividades dos tecidos, favorecendo sua manutenção funcional. Os dois principais antioxidantes encontrados nas frutas vermelhas são o ácido elágico e as antocianinas. Por isso, são consideradas substâncias que combatem o envelhecimento e o câncer.

Acima de tudo, o consumo dos alimentos vermelhos e arroxeados são ricos em substâncias ativas que impedem que os radicais livres agridam ao DNA. Assim, estes se ligam a estas moléculas. São ricos em licopeno, antioxidantes como os polifenois:

  • flavanóides (flavonas, flavanonas, catequinas, antocianinas),
  • ácidos fenólicos
  • lignanas (gergelim, linhaça, grão de bico) e
  • estilbenos (resveratrol).

São encontradas nas frutas: tomate, cereja, acerola, morango, goiaba vermelha, melancia, pitanga, framboesa, amora, uva, mirtilo (blueberry), açaí, pimentão, mamão, romã, etc. Ainda mais, se forem orgânicos, serão mais ricos ainda nas suas substâncias ativas.
Eles têm propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, antibactericida, antitumorais. Além disso, são ricos em oligoelementos e vitaminas que são essências ao funcionamento celular.

Tabela com alimentos, algumas substâncias bioativas principais e suas propriedades

Alimentos Substância ativa Propriedades
Tomate, cereja, morango, goiaba vermelha, acerola Licopeno, ácido elágico, melatonina, antocianinas, ácido salicílico Antioxidante, impede angiogênese, reduz invasão celular
Romã Ácido elágico, capsaici-na, punicalagins Reduz movimentos das células neoplásicas
Pimenta Capsaicina Inibe proliferação celular descontrolada e induz apoptose (queda do PSA)
Própolis Flavanóides Antioxidante, antimicrobiano, anti-inflamatório, antitumoral
Vinho tinto Resveratrol, antocianina Antioxidante (diminui 40% CaP)
Framboesa, amora Licopeno, antocianina, resveratrol, ácido gálico, flavanóides Antioxidante, anti-inflamatório, antibactericida
Mirtilo (blueberry) antocianina Antioxidante, anti-inflamatório (fruta da juventude), fortalece sistema imunológico
Alho e cebola allium Diminui crescimento tumoral e 50% no CaP
Vegetais crucíferos (brócolis, couve-flor) Indol-3-carbinol Anticancerígena (apoptose)
Cúrcuma (açafrão da terra) curcumina Antioxidante, anti-inflamatório,
inibe TNF-⍺
Chá verde Catequina (polifenois) teanina Aumenta serotonina, anticâncer (inibe crescimento celular e angiogênese)

Alimentação e microbiota intestinal

A simples ingestão do alimento rico em certas substâncias bioativas não garante que vá ocorrer sua absorção. Assim e para tal, ela depende da sua digestão por enzimas para liberação da substância ativa dos alimentos ou remédios, distribuição pelo organismo. Portanto, deve ocorrer ação dela na célula alvo durante o seu metabolismo local e por fim sua excreção do organismo. Muitas reações químicas participam deste complexo cenário. Assim sendo, em última análise, nós somos uma enorme fábrica de reações químicas. Contudo, tudo começa nos intestinos e eles devem estar preparados para exercer sua função ao extremo.

A quantidade das bactérias existentes nos intestinos são maiores do que o número de células que compõem o nosso organismo. Assim, a microbiota intestinal deve estar bem para realizar a sua função metabólica para a adequada absorção intestinal. Portanto, os microorganismos comensais são necessários para digestão, nos ajudam neste processo digestivo preparando as moléculas bioativas para sua absorção intestinal. Tendo em vista, que pelo menos 500 espécies habitam os intestinos, apenas 40 a 50 delas serão as mais frequentes.

Alimentos reparadores e bioativos

Além deles, o chá verde, açafrão da terra (cúrcuma), vegetais crucíferos (couve, couve-flor, brócolis), própolis, gengibre, alho, cebola, limão, etc. Portanto, basta consumí-los na sua dieta ao longo da sua vida. Assim, nenhum remédio é tão bom quanto o que a natureza nos dá. Finalizando, somente é necessário sabedoria para nossa proteção.

Vale lembrar as sábias palavras de Hipócrates, o pai da Medicina, ditas há mais de 300 anos a.C.: “Que teu remédio seja teu alimento. E que teu alimento seja teu remédio. Portanto, a prevenção e cura de praticamente todos os males está no seu alimento, na natureza. Assim, mantenha-se lúcido, alimente-se de uma forma consciente e veja por si próprio as mudanças que isso proporciona em sua vida”.

Contudo, caso você queira saber mais sobre esta e outras doenças do trato gênito-urinário acesse a nossa área de conteúdo para pacientes para entender e ganhar conhecimentos. São mais de 130 artigos sobre diversos assuntos urológicos disponíveis para sua leitura. A cultura sempre faz a diferença. Você vai se surpreender!

guasatonga, arueira

Referência

Veja alimentos que melhoram suas funções renais
× Agende sua consulta