coração

Importância da testosterona para o coração

Testosterona age diretamente e/ou nos receptores de membrana na musculatura estriada do nosso organismo e inclusive no coração. A queda da testosterona sanguínea faz com que a musculatura perca da massa, com consequente atrofia muscular. Sua reposição melhora a força muscular e o performance físico do organismo. A normalização da testosterona em pacientes hipogonádicos aumenta a síntese proteica…

hipogonadismo

Hipogonadismo masculino – principais causas

Hipogonadismo masculino é causado pela queda dos níveis de testosterona no sangue. Por isso, causa significativa perda na qualidade de vida. Saiba mais sobre hipogonadismo em importância da testosterona na obesidade e sinais e sintomas do hipogonadismo. Função do escroto Na maioria dos mamíferos, o testículo está fora do corpo para que a temperatura fique mais baixa…

cálculo renal

Cálculo Renal – Conheça os principais tipos

O diagnóstico do tipo de cálculo renal é importante para o planejamento do tratamento do paciente portador de litíase renal (kidney lithiasis). Por isso, devem ser tomadas medidas preventivas para que não ocorra a recorrência da doença. Ao diagnóstico inicial, muitos pacientes já possuem outros cálculos dentro dos rins, no chamado sistema coletor urinário. Portanto, estes pacientes poderão apresentar futuras…

Câncer de mama e de próstata

Câncer de pelve renal e ureter

Carcinoma urotelial do trato urinário superior é neoplasia rara. Os tumores uroteliais do trato urinário superior (upper urinary tract) primários são definidos como neoplasias localizadas do pequeno cálice na pelve renal até o ureter. Entretanto, após seu tratamento, o carcinoma urotelial pode recorrer em todo urotélio, com tendência a multifocalidade, principalmente os da pelve renal.…

ejaculação retrógrada

Ejaculação retrógrada – Tudo sobre o assunto

O que é ejaculação retrógrada? A ejaculação retrógrada e anejaculação, ou seja ausência de ejaculação anterógrada são processos fisiológicos caracterizadas pela ausência de propulsão do sêmen anterógrada pela uretra. Portanto, não há sêmen na fase de emissão. Desta maneira, pode ocorrer pela ausência da eliminação anterógrada ou expulsão retrógrada do sêmen para a bexiga. Portanto, há infertilidade. A…