nedrectomia radical

Nefrectomia: pode ser retardada no câncer renal?

Nefrectomia Pode-se observar alguns pacientes com suspeita ou com biopsia positiva para câncer renal e não realizar nefrectomia de imediato. Nem todas massas renais são realmente carcinomas. Por consequência, seguimento com exames de imagem de repetição é adequada. Entretanto, se ocorrer progressão deve-se realizar nefrectomia parcial, retirada apenas do tumor renal ou a radical, retirada de todo…

nefrectomia parcial

Nefrectomia parcial – Quando e porque indicá-la?

A nefrectomia parcial prioriza a remoção do tumor, preservando o restante do rim normal. Por isso, a função renal deve ser preservada e inclusive melhora a sobrevida dos pacientes, evitando complicações em outros órgãos. Deve-se evitar isquemia renal prolongada durante a ressecção do tumor. Portanto, a retirada do câncer renal e restauração da lesão deve ser feita em menos…

cistectomia

Cistectomia – O que você precisa saber

A cistectomia é um desafio para qualquer cirurgião oncológico. Portanto, para o seu êxito, deve-se seguir etapas técnicas muito bem planejadas. Nada adianta o paciente ser operado pelo melhor cirurgião, se a sua volta não existir uma equipe multidisciplinar. A cistectomia radical no homem consiste na remoção da bexiga, próstata, vesículas seminais. Além disso, a linfadenectomia…

câncer de próstata

Incontinência urinária masculina – Como ocorre?

Incontinência urinária masculina é definida como a perda involuntária de urina secundária à insuficiência da resistência do esfíncter uretral. Desta maneira, pode ser desencadeada por qualquer esforço físico, desde pequeno até intenso. Ao esforço físico ocorre aumento da pressão abdominal. Assim, a pressão sobre a bexiga ultrapassa a resistência de fechamento da uretra. Todavia, a perda…

deficiência de testosterona

DST – Entenda tudo sobre o assunto

Doença sexualmente transmissível (sexually transmitted disease) ou DST é a doença que pode ser transmitida pelo contato sexual. Ela é causada por microrganismo, podendo ser o seu agente etiológico: vírus, bactéria, micobactéria, protozoário, parasita, fungo e eventualmente agentes mistos. As infecções podem causar lesões na mucosa e pele da genitália masculina e feminina. As infecções podem invadir os…