HoLEP

Complicações da prostatectomia radical – Entenda

Complicações da prostatectomia radical são divididas nas relacionadas às condições clínicas, ambiente hospitalar, experiência do cirurgião e equipe. A prostatectomia radical (PR) foi descrita pelo Prof. Patrick Walsh, em 1982. Ele identificou a banda neurovascular, responsável pela ereção peniana e o esfíncter voluntário, responsável pela continência urinária. A introdução do PSA em 1986, facilitou o diagnóstico…

incontinência urinária masculina

Incontinência urinária masculina pós-prostatectomia radical

A incontinência urinária masculina e disfunção erétil após uma cirurgia de próstata são os eventos que mais preocupam os pacientes. A prostatectomia radical tem por objetivo curar o portador do câncer de próstata, manter a continência urinária e função erétil. Os objetivos da prostatectomia radical são: remoção do câncer, com margens negativas, com perda mínima de sangue, sem graves complicações e recuperação…

crescimento da próstata

Crescimento da próstata – Entenda porque ocorre

O crescimento da próstata ocorre a partir dos 25 anos pela hiperplasia prostática benigna – HPB. Por isso, ocorre a obstrução do fluxo urinário progressivo com a idade. Saiba se você urina bem em: https://www.drfranciscofonseca.com.br/jato-fraco-estou-urinando-bem/ O HPB é o crescimento da zona transicional da próstata. Entenda. A hiperplasia prostática benigna (benign prostatic hyperplasia) é um diagnóstico histológico, portanto somente…

rtu da próstata

RTU da próstata – Cuidados no pré e pós-operatório

RTU da próstata, os cuidados no pré e pós-operatório são fundamentais para o sucesso da cirurgia endoscópica da próstata, podendo evitar importantes complicações. Saiba os sinais e sintomas do HPB em: https://www.drfranciscofonseca.com.br/hiperplasia-benigna-da-prostata/ A ressecção endoscópica da próstata ou RTU da próstata (prostate TUR) é a cirurgia padrão ouro para tratamento da hiperplasia benigna da próstata (HPB). Antes da cirurgia de próstata,…

balanite

HPV – Você está se prevenindo?

Verruga genital, causada pelo HPV é a doença sexualmente transmissível (DST) mais frequente nos consultórios médicos. Contudo, seu tratamento evita importantes complicações. Como é frequente os casos de HPV (human papillomavirus) no consultório! Aliás, a sua incidência vem crescendo ano após ano. Depois vêm as uretrites. Portanto, toda verruga genital deve ser encarada como DST,…

disfunção erétil

Disfunção erétil – Entenda tudo sobre o assunto

O conhecimento da fisiologia da ereção é essencial para seu entendimento e tratamento da disfunção erétil (erectile dysfunction). A interação de fatores neurológicos, vasculares, hormonais, músculo liso cavernoso, drogas indutoras e psicológicos atuam no processo da ereção peniana. Uma alteração de qualquer um fatores ou déficits parciais destas vias podem determinar a disfunção erétil. Uma vez determinada a etiologia da disfunção erétil,…

hipogonadismo

Hipogonadismo masculino ou baixa testosterona

O hipogonadismo é a baixa produção de testosterona e de espermatozoides pelos testículos. O testículo está sob controle de duas outras glândulas, localizadas na base do cérebro. Estas são responsável pela harmonia hormonal no nosso organismo: o hipotálamo e a hipófise.  A testosterona é o principal andrógeno masculino. Ela é produzida em mais de 90% nos…

câncer de testículo

Câncer de testículo – Sinais sintomas e tratamento

O câncer de testículo (testicular cancer) é a neoplasia mais frequente em homens dos 15 aos 34 anos de idade. Sua incidência dobrou nos últimos 40 anos, possivelmente por mudanças sócio-ambientais. Assim dizendo, pelo uso de pílula anticoncepcional, de agrotóxicos, entre outras. Qualquer massa dura no testículo ou abdômen em adulto jovem deve ser considerado…

câncer de próstata avançado

Câncer de próstata avançado – Sinais e sintomas

O câncer de próstata avançado significa que a doença já saiu da próstata. Nesta fase, o paciente apresenta metástases, principalmente para linfonodos pélvicos e/ou abdominais, ou nos ossos do corpo. Metástases ósseas e linfonodais Os ossos do esqueleto axial mais acometidos são: bacia, terço proximal do fêmur, coluna vertebral e arcos costais. Assim, pode acometer poucos ossos até a…